domingo, 1 de maio de 2011

Sei lá. Quase me esqueci de me permitir

Sei lá. Chega a ser meio estranho eu e você. Meio estranho nossos olhares se encontrando, se amando perdidamente, se beijando, nossas mãos se esbarrando uma na outra meio sem querer, meio por querer. Chega a ser estranha essa nossa brincadeira de falar sempre a verdade, de contar segredos e rir de qualquer bobagem.

Chega a ser inexplicável.

Tinha passado ai só pra fumar um cigarro. Prometi não demorar, dois ou três tragos, no máximo. Mas sei lá o que me deu ontem. Acho que tinha acordado com um tanto pra dizer. Uma súbita vontade de te contar os caminhos que eu andei percorrendo, as bocas que eu andei beijando, as músicas que andei escutando. Uma vontade tão grande que as palavras foram se emendando umas nas outras formando frases tortas, desajeitadas que só nos conseguíamos entender. O maço foi acabando. Os minutos foram se transformando em horas e as conversas se tornando cada vez mais intermináveis.

E eu fui ficando,fui me entregando. Me entregando como nunca havia me entregado. Talvez por medo de me perder de mim mesma e de tudo que aprendi com o mundo. Talvez por medo de não conseguir disfarçar o brilho dos meus olhos e algo que eu sentia entre o lado esquerdo e direito do corpo. O que eu não sabia é que fugindo de você eu estava fugindo de mim mesma. Fugindo de me permitir.

2 comentários:

  1. Muitooo bom a sinceridade dos teus textos...

    gostei =)

    de passo, passei e voltarei.

    drope em sonhos!!
    www.dropeemsonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi! Me siga que te sigo tmb!
    http://lenda.eu/
    Aguardo vc.
    Bjsss,
    Lenda

    ResponderExcluir